Formatura 2023.2_creditos Nathália Lugão (11) (1)

Projeto Grael forma cerca de 500 alunos em atividades náuticas 

O evento foi realizado para comemorar conquistas e aprendizado dos educandos

Na última quinta-feira (8), o Projeto Grael promoveu a festa de formatura do segundo semestre para celebrar as conquistas e aprendizados dos alunos da unidade de Niterói, em Jurujuba. Este evento tradicional, que encerra os cursos, proporcionou momentos de diversão e celebração, unindo cerca de 500 alunos. 

Os educandos receberam os certificados em um dia repleto de muita diversão, brincadeiras, risadas e interações, em um ambiente acolhedor com cachorro-quente, batata frita e picolé. 

A festa de formatura, organizada em dois períodos para atender aos alunos dos turnos da manhã e da tarde, contou com a presença especial de Isabel Swan, vice-presidente do Projeto Grael e medalhista olímpica pelo Brasil.

“É um ano de celebração, hoje estamos celebrando também os 25 anos de Projeto Grael e uma formatura marcada por sorrisos, envolvimento e muito orgulho de fazerem parte dessa família. Os valores gerados pelo Projeto permanecem e marcam a vida de todos e todas que tiveram a oportunidade de aprender por meio do esporte, em um local seguro, com profissionais capacitados que fazem do Projeto Grael um referência nacional”, ressaltou Isabel Swan. 

A formatura no ProjetoGrael desempenha um papel fundamental para os alunos, apresentando aos jovens a oportunidade de refletir sobre o seu progresso e reconhecer suas conquistas até o momento.

“No Projeto Grael nós enxergamos a formatura como um momento muito significativo para os nossos educandos, já que representa um momento crucial de reflexão, onde eles têm a oportunidade de perceber o quanto avançaram, superando seus limites e vencendo seus próprios desafios”, contou o coordenador de esportes, André Alcântara. 

Além dos esportes náuticos, o ProjetoGrael também oferece oficinas profissionalizantes em diversas áreas complementares. Os alunos têm a oportunidade de participar de oficinas de Mecânica a Diesel, Mecânica de Popa, Carpintaria, Marcenaria, Capotaria, Eletroeletrônica, Energia Solar e Fibra de Vidro. 

Serviço: 

A unidade de Niterói fica na Avenida Carlos Ermelindo Marins, 494, no bairro Jurujuba. Já a unidade de Mangaratiba está situada no Iate Clube de Muriqui, localizado na Av. Beira Mar, 2, Vila Muriqui.

Aula de vela - creditos Nathália Lugão (2)

Projeto Grael comemora 25 anos com regata festiva 

Evento social espera cerca de 300 pessoas e tem confirmada a presença de Lars e Torben Grael 

O Projeto Grael realiza, neste sábado (11), uma regata comemorativa gratuita marcando seus 25 anos de dedicação, superação e transformação na vida de milhares de jovens. O evento terá base em terra na sede do Projeto Grael, no bairro de Jurujuba, em Niterói, e começa às 8h com a competição de canoa OC6. 

Dentro da programação do evento, está marcado para às 12h o início da regata festiva dos 25 anos do Projeto Grael, que tem como competidores os velejadores e fundadores da instituição, Lars e o Torben Grael. Além dos irmãos, os alunos do Projeto Grael e outros nomes conhecidos na vela brasileira também irão correr a regata. 

“Chegar aos 25 anos do Projeto Grael é um marco incrível repleto de histórias de dedicação e superação. Ver os velejadores, desde os fundadores até os alunos atuais participando desta festividade é testemunhar o impacto que o projeto tem na vida de tantos jovens. A vela é mais que um esporte, é uma ferramenta de transformação e esses 25 anos são a celebração desta jornada”, contou o velejador brasileiro Torben Grael. 

 Os velejadores elegíveis que desejam participar devem se inscrever até às 11h do dia 11 de novembro através do formulário: https://forms.gle/R3ciFzUNBfEDTNQy6. Já para o campeonato de canoa, as inscrições acontecem até às 23h59 da sexta-feira (10) no formulário: https://forms.gle/aNWYDn4jNdAiyZqW7.

O Projeto Grael foi fundado em 1998, na Praia de Charitas, pelos medalhistas olímpicos Lars Grael, Torben Grael e Marcelo Ferreira, com o objetivo de democratizar o esporte à vela, proporcionando oportunidades e mudanças positivas na vida de crianças e jovens. 

Dentro desses 25 anos, mais de 20 mil já foram beneficiados e, anualmente, cerca de 1000 alunos provenientes da rede pública de ensino, com idade entre 9 e 29 anos, têm a chance de participar das atividades esportivas e educacionais oferecidas pela instituição. 

É importante ressaltar que grandes nomes da vela brasileira são ex-alunos do Projeto Grael, como Gilcimar Percílio e Alisson Santiago. Além deles, Demóstenes Queiroz, instrutor de vela do Projeto Grael e campeão brasileiro 2022 da classe Ranger 22. 

Além dos esportes náuticos, os educandos têm a chance de aprender com as  oficinas náuticas, que vão desde a capotaria até instalações eletroeletrônicas para barcos, proporcionando uma base para a carreira no setor marítimo. Até o momento, mais de 5 mil jovens já foram inseridos no mercado de trabalho. 

Serviço:

8h – Competição de Canoa OC6 

12h – Regata 25 anos do Projeto Grael

17h – Cerimônia de Premiação

Local: Avenida Carlos Ermelindo Marins, 494 – Jurujuba, Niterói. 

Clean Up Day - créditos Nathália Lugão

Projeto Grael recolhe cerca de 200kg de lixo em Niterói

As atividades fazem parte do quadro de atividades em comemoração ao Clean Up Day 

Em celebração ao Clean Up Day, Dia Mundial da Limpeza, o Projeto Grael realizou nesta terça-feira (19), regatas ecológicas, uma iniciativa destinada a remover detritos flutuantes do mar, com o objetivo de promover a conscientização e a preservação do meio ambiente. As atividades conduzidas pela equipe de meio ambiente resultaram na coleta total de aproximadamente 200 kg de lixo.

No dia 18, os alunos também participaram de regatas ecológicas, unindo sua paixão pelas aulas de vela ao compromisso com a preservação dos ecossistemas marinhos. Durante essas aulas, foram recolhidos 32 kg de lixo da Baía de Guanabara. 

Já no último sábado (16), a praia do Cais em Jurujuba foi o local destinado para o Mutirão de Limpeza. Mais de 30 voluntários, incluindo alunos do Projeto Grael e membros da comunidade local, se reuniram para remover os resíduos que poluíam a área. O esforço conjunto resultou na coleta de aproximadamente 120kg de lixo, destacando o impacto positivo do trabalho em equipe na conservação do ambiente.

“O Clean Up Day é uma iniciativa global que visa reforçar a importância de cuidar do meio ambiente, e, pensando nisso, desenvolvemos algumas atividades com os educandos. O resultado foi muito satisfatório. Estamos orgulhosos do empenho de cada aluno e da capacitação das futuras gerações para se tornarem pessoas comprometidas com o nosso planeta”, relatou a coordenadora de Meio Ambiente, Monalisa Oliveira.

O Clean Up Day é uma iniciativa com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da preservação do meio ambiente e da adoção de medidas para combater a poluição. Dentro do Projeto Grael, essas ações representam um dos pilares fundamentais para formar educandos como cidadãos responsáveis na conservação do meio ambiente. 

“Ao jogar lixo no chão, estamos prejudicando a vida dos animais e interrompendo o ciclo de suas vidas. É muito importante recolher o lixo, descartar corretamente e não deixar nas praias. O chão não é o nosso depósito de lixo”, acrescentou Nicolas, um aluno do Projeto Grael de 9 anos.

Comemoração 25 anos - creditos Nathália Lugão

Projeto Grael celebra seus 25 anos

O instituto tem sido uma potência de oportunidades e mudanças positivas na vida de crianças e jovens

Referência em utilizar os esportes náuticos como ferramenta de transformação social, o Projeto Grael comemora 25 anos nesta sexta-feira (18). Fundado em 1998 pelos medalhistas olímpicos Lars Grael, Torben Grael e Marcelo Ferreira, o instituto tem sido uma potência de oportunidades e mudanças positivas na vida de crianças e jovens.

Desde o seu início, o Projeto Grael tem desempenhado um papel fundamental na introdução de jovens à prática da vela, natação e canoagem. Anualmente, cerca de 700 alunos provenientes da rede pública de ensino, com idade entre 9 e 29 anos, têm a chance de participar das atividades esportivas e educacionais oferecidas. 

“O Projeto Grael surgiu com a missão de democratizar a vela, um esporte que contribuiu significativamente para o Brasil em termos de medalhas olímpicas. A criação de uma escola pública de vela em Niterói foi nossa maneira de honrar a cidade que detém a mais notável coleção de medalhas olímpicas do país. Até o momento, impactamos positivamente a vida de mais de 19 mil jovens, proporcionando-lhes a oportunidade de moldar seus destinos por meio dos esportes náuticos e oficinas profissionalizantes voltadas para o universo marítimo”, contou Lars Grael. 

Além dos esportes náuticos, os educandos têm acesso a oficinas náuticas, onde aprendem habilidades práticas relacionadas a embarcações. Dentro dessas modalidades, que vão desde a capotaria até instalações eletroeletrônicas para barcos, proporcionando uma base para a carreira no setor marítimo, mais de 5 mil jovens já foram inseridos no mercado de trabalho por meio deste programa. 

A instituição também oferece biblioteca, inclusão digital e aulas de marcenaria, para que os alunos possam ter um desenvolvimento pessoal e profissional e aulas de educação ambiental, para que os alunos possam compreender sobre correntes, ventos e ter uma relação de cuidado com a natureza. 

Além de oferecer formações, o Projeto Grael também aposta em seus alunos como talentos dentro da instituição. Afinal, cerca de 15 dos 50 funcionários são ex-alunos. O Marcelo Amorim, professor de Vela, hoje com 39 anos, trabalha há 18 anos no projeto, do qual foi ex-aluno. 

“O Projeto Grael foi um ponto de partida crucial na minha vida. Como ex-aluno e agora como professor de Vela, tenho a honra de fazer parte de uma iniciativa que vai além da formação esportiva, mas também constrói valores e oportunidades para jovens. Eu mesmo trilhei esse caminho: comecei aqui como aluno, encontrei minha paixão pelo esporte e hoje me encontro realizado no que eu faço. Contemplar o crescimento do projeto ao longo dos anos é emocionante. Fazer parte desse trabalho que tão positivamente impacta vidas é simplesmente incrível.”

Comemoração – Para comemorar o marco de 25 anos, o Projeto Grael organizou uma série de eventos durante toda a semana. Dentro do cronograma, os alunos realizaram uma regata para simbolizar a jornada do projeto ao longo dos anos. A celebração também inclui momentos de descontração com bolo comemorativo e uma exposição de fotos que contam a história da instituição.

Um dos pontos altos das celebrações é a organização de uma regata comemorativa dos 25 anos, marcada para o dia 11 de Novembro. O evento será aberto para os barcos e velejadores elegíveis em várias classes e oferecerá aos participantes a oportunidade de celebrar o marco de maneira esportiva. 

As demais informações sobre se inscrever para participar da Regata comemorativa dos 25 anos serão divulgadas nas redes sociais e no site do Projeto Grael. 

IV Seminário Barcos - crédito Nathália Lugão (54)

Projeto Grael dá início ao IV Seminário Barcos como Instrumento de Educação

O evento acontece de forma presencial até sexta-feira (21) em Niterói

O IV Seminário Barcos como Instrumento de Educação reuniu especialistas e entusiastas da navegação e da educação em seu primeiro dia de encontro, que teve início na última segunda-feira (17). O evento gratuito está sendo realizado de forma presencial na sede do Projeto Grael em Niterói e contou com a presença do velejador e medalhista Lars Grael, além de uma mesa de debate composta por Thuane Sendreti, do Instituto Náutico de Paraty, e Silvio Bello, do Instituto Navega São Paulo. 

Em sua palestra de abertura, Lars Grael compartilhou sua experiência como velejador e sua trajetória de vida. Além disso, o medalhista abordou as atividades desenvolvidas pelo Projeto Grael ao longo dos últimos 25 anos, destacando a importância de democratizar o acesso à navegação e à vela.

“A quarta edição do Seminário Barcos consolida-se como um evento nacional de troca de experiências, no qual não apenas o Projeto Grael apresenta suas realizações, já que ele foi o precursor desse processo, mas também permite que outros núcleos no Brasil, atualmente consolidados, apresente suas formas de aprendizado, com acertos e erros. A troca de experiências promovida é muito importante, e este é um evento gratuito” relatou Lars Grael.

Na mesa de debate realizada na segunda parte do encontro, Thuane e Silvio apresentaram possibilidades e desafios de utilizar a navegação como instrumento de educação. Durante o evento, os profissionais também abordaram temas como a importância da preservação do meio ambiente e as atividades que desenvolvem.

O IV Seminário Barcos como Instrumento de Educação, promovido pelo Projeto Grael, acontece até o dia 21 de julho, com atividades programadas das 8h às 12h e das 13h às 17h, que inclui palestras, mesas de debate e oficinas práticas. O evento reúne estudantes e professores de educação física, professores de modalidades náuticas, líderes comunitários envolvidos com esportes náuticos e demais interessados no universo do esporte como instrumentos de aprendizado.

Programação:
18/7
Manhã: 8h às 12h – O ensino náutico no Projeto Grael – Metodologia Bons Ventos; (atividade prática – canoagem)
Tarde: 13h às 17h – Vida esportiva de alto rendimento e os desafios profissionais – Palestrante: Isabel Swan.

19/7
Manhã: 08h às 12h – Canoagem Va’a: Segurança e Orientação Náutica – (atividade prática). Palestrante: Douglas Moura;
Tarde: 13h às 17h – Vela de Rendimento com olhar para a base – Palestrante: Juan Sienra – CBVela

20/7
Manhã: 8h às 12h – Formação esportiva – um olhar pedagógico para os esportes na natureza – Palestrante: Vinicius Brasil
Tarde: 13h às 17h – Clínica de Windsurf (atividade prática) – Christina Mattoso Maia, Juliana Aguiar e Geomar Jesus Senra

21/7
Manhã: 8h às 12h – Esporte e Direitos Humanos – Vinícius Calixto
Tarde: 13h às 17h – O ensino náutico no Projeto Grael – metodologia Bons Ventos (atividade prática – vela).

image00006

Projeto Grael abre matrículas para novos alunos

As inscrições acontecem do dia 10 a 28 de julho

O Projeto Grael, iniciativa social que promove a formação de jovens por meio dos esportes náuticos e da educação, está com matrículas abertas para novos alunos a partir desta segunda-feira (10). Ao todo serão oferecidas 200 vagas.  

Dentro do quadro de atividades, o Projeto Grael oferece aulas de vela, natação, windsurf, canoagem, além de oficinas profissionalizantes, como a fibra de vidro, eletrônica, carpintaria, mecânica de diesel e popa, capotaria e energia solar, voltados para colocação profissional no mercado náutico. 

Para se matricular, é necessário ter entre 9 e 29 anos, estudar em uma instituição pública de ensino e estar apto a praticar atividades físicas. As aulas estão previstas para serem iniciadas em agosto. 

As inscrições, que acontecem até o dia 28 de julho, devem ser realizadas presencialmente, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, nas das sedes do Projeto Grael. 

Para se matricular na unidade de Niterói é necessário comparecer na Avenida Carlos Ermelindo Marins, 494, no bairro de Jurujuba. Já para a unidade de Mangaratiba, os interessados podem comparecer nos mesmos dias e horários no Iate Clube de Muriqui, que fica na Av. Beira Mar, 2, em Vila Muriqui, 

É importante ressaltar que é indispensável apresentação da documentação obrigatória para efetuar a matrícula: RG e CPF do aluno e do responsável; comprovante de residência; declaração escolar do ano de 2023; atestado médico de apto para atividades esportivas do ano de 2023 e comprovante de vacinação contra o covid-19. 

Para maiores informações, basta entrar em contato com o Projeto Grael através das redes sociais (@projetograel) ou pelos números (21) 97253-1909/(21) 97253-6945. 

Entrega de certificado - creditos Nathalia Lugao

Projeto Grael forma alunos nos esportes náuticos e profissionalizante

O evento reuniu cerca de 400 alunos para comemorar conquistas e aprendizado

O Projeto Grael realizou, na última quinta-feira (7), a festa de formatura do primeiro semestre, comemorando as conquistas e aprendizado dos alunos da unidade de Niterói, localizada em Jurujuba. O evento, que teve como tema a tradicional Festa Junina, reuniu cerca de 400 estudantes em momentos de diversão e celebração. 

Os educandos se divertiram com uma série de brincadeiras típicas, que resgataram a atmosfera de festa junina. Entre as atividades realizadas estavam a corrida do saco, pescaria, bola na lata, argola, roleta musical, correio do amor e muitas outras. As brincadeiras animadas proporcionaram risadas, interação e um ambiente acolhedor. 

A festa de formatura, que foi organizada em dois horários para atender os alunos dos turnos da manhã e da tarde, contou com a presença especial do velejador Adriano Sal. 

“Essa festa de formatura é um momento muito importante para celebrarmos não apenas a conclusão de um ciclo, mas também todas as conquistas e aprendizados que os alunos tiveram ao longo desse período. O tema de Festa Junina traz alegria e descontração, e estamos felizes em ver todos se divertindo”, destacou Joanna Dutra, gerente executiva do Projeto Grael. 

A formatura no Projeto Grael desempenha um papel fundamental para os alunos, apresentando aos jovens a oportunidade de refletir sobre o seu progresso e enxergar suas conquistas até o momento.

“É gratificante ver a felicidade dos nossos educandos após concluir não só uma simples etapa, mas tendo a visão do quanto aprenderam até aqui. Muitos alunos chegam aqui sem saber nadar, vão para a aula de natação, se formam e depois de alguns anos saem daqui velejando. Temos grandes exemplos aqui dentro, muitos dos nossos educadores foram alunos do Projeto Grael, e fazer parte dessa jornada é especial”, contou o coordenador de esportes, André Alcântara. 

Além dos esportes náuticos, o Projeto Grael também oferece oficinas profissionalizantes em diversas áreas complementares. Os alunos têm a oportunidade de participar de oficinas de Mecânica a Diesel, Mecânica de Popa, Carpintaria, Marcenaria, Capotaria, Eletroeletrônica, Energia Solar e Fibra de Vidro. 

É importante ressaltar que as matrículas para o próximo semestre começam na próxima segunda-feira (10). Para se matricular é necessário ter entre 9 e 29 anos, estudar em uma instituição pública de ensino e estar apto a praticar atividades físicas. As inscrições acontecem de forma presencial, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. 

Para mais informações, acesse o Instagram do Projeto Grael (@projetograel) ou entre em contato através dos telefones: (21) 97253-6945 ou (21) 97253-1909. 

Serviço: 

A unidade de Niterói fica na Avenida Carlos Ermelindo Marins, 494, no bairro Jurujuba. Já a unidade de Mangaratiba está situada no Iate Clube de Muriqui, localizado na Av. Beira Mar, 2, Vila Muriqui.

seminario 2022 - Arquivo Projeto Grael.jpg2

Projeto Grael abre inscrições para o IV Seminário Barcos como Instrumento de Educação

O evento acontece entre os dias 17 e 21 de julho


O Projeto Grael está com inscrições abertas para o IV Seminário Barcos como Instrumento de Educação, um evento dedicado a explorar o potencial educacional dos esportes náuticos. O seminário acontece entre os dias 17 e 21 de julho, com atividades programadas das 8h às 12h e das 13h às 17h, na sede do Projeto Grael, localizada no bairro de Jurujuba, em Niterói.

O IV Seminário Barcos como Instrumento de Educação é uma oportunidade única para estudantes e professores de educação física, professores de modalidades náuticas, líderes comunitários, que desenvolvem trabalhos com esportes náuticos e demais interessados no universo do esporte como instrumentos de aprendizado. 

O evento contará com oficinas práticas, palestras e mesas-redondas, com a participação de especialistas em pedagogia e psicologia do esporte e esporte educacional. 

A programação do seminário inclui a presença especial de Lars Grael, medalhista olímpico e fundador do Instituto Rumo Náutico. Com sua vasta experiência no mundo náutico e seu compromisso em usar o esporte como ferramenta social, Lars trará uma perspectiva valiosa ao seminário. 

O IV Seminário Barcos como Instrumento de Educação também proporcionará aos participantes aulas teóricas e práticas de canoagem, remo e vela. 

“O nosso tradicional seminário é uma iniciativa para promover a compreensão do potencial educacional dos esportes náuticos. Estamos animados em receber estudantes e profissionais engajados na área para compartilhar conhecimentos, trocas de experiências e, acima de tudo, novas abordagens de ensino por meio dos esportes náuticos”, destacou André Martins, coordenador de esportes do Projeto Grael. 

Para se inscrever no seminário é necessário preencher o formulário disponível no link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeQ5xLmXoHjzRoYNivmVBPmulsl0adBylqaCKvbbSzBN5BCNA/viewform. O evento é gratuito e as vagas são limitadas, portanto, recomendamos que os interessados garantam sua participação o mais rápido possível. 

Confira na integra a programação do III Seminário Barcos como Instrumento de Educação.

17/07 
Manhã: 08h às 12h – 
Lars Grael e o legado náutico
Tarde: 13h às 17h –  Mesa: Rede Náutica Educativa – Projetos sociais náuticos

18/07
Manhã: 08h às 12h – 
O ensino náutico no Projeto Grael – Metodologia Bons Ventos.
Tarde: 13h às 17h – Vida esportiva de alto rendimento e os desafios profissionais – Palestrante: Isabel Swan

19/07
Manhã: 08h às 12h – 
Canoagem Va’a: Segurança e Orientação Náutica – Palestrante: Douglas Moura
Tarde: 13h às 17h –  Vela de Rendimento com olhar para a base – Palestrante: Juan Sienra – CBVela

20/07
Manhã: 08h às 12h – 
Esporte e Direitos Humanos  – Palestrante: Vinicius Calixto (Senado Federal)
Tarde: 13h às 17h – Mesa: Náutica Feminina, oceano de histórias, representatividade e pioneirismo

21/07
Manhã: 08h às 12h – 
Formação esportiva a longo prazo na prática
Tarde: 13h às 17h – Clínica Auxiliar de Regatas

Regata Ecologica2 - creditos Nathália Lugão

Dia Mundial do Meio Ambiente tem regata ecológica no Projeto Grael 

O Instituto está promovendo uma semana inteira de atividades de preservação ambiental 

No Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado no dia 5 de junho, o Projeto Grael segue realizando atividades voltadas para a conscientização sobre a importância da preservação ambiental. O Instituto está promovendo uma vasta programação com oficinas e gincanas sobre o tema, que acontece até a quarta-feira (7). 

Já pela manhã foram realizadas regatas ecológicas com as velas pintadas pelos alunos para conscientização e retirada de lixo do mar, enquanto outros educandos participaram da oficina promovida pelo programa Recicloteca produzindo papéis reciclados utilizando jornal, cola e água.

Além disso, o evento conta com a participação de parceiros desenvolvendo atividades.  O Projeto ‘Minha Redinha’ leva aos alunos oficinas de reaproveitamento de redes de pesca. O Projeto Barco Escola, do Laboratório de Monitoramento e Modelagem de Sistemas Climáticos (LAMMOC) da Universidade Federal Fluminense (UFF), promove atividades de medições ambientais. 

O Vento Solar, da Universidade Federal Fluminense (UFF), prepara uma atividade de confecção de microscópio manual. Também na programação, o Projeto Grael recebe o parceiro ‘LARA’ – Laboratório de Radioecologia e Alterações Ambientais UFF – com palestras e discussões sobre os impactos do lixo no mar. “O Dia Mundial do Meio Ambiente é uma data importante para lembrarmos da nossa responsabilidade em relação à preservação do planeta. E nós temos esse compromisso de conscientizar os alunos do Projeto Grael. Acreditamos que a educação ambiental é a chave para mudarmos o comportamento e garantirmos um futuro sustentável para todos”, disse Érica Canavitsas, Coordenadora de Projetos Ambientais.

Para o público externo, o Projeto Grael preparou uma Oficina de Estampa Botânica, em que os participantes terão a oportunidade de aprender uma técnica natural de estamparia em uma ecobag. 

Mutirão de limpeza de praia – No último sábado (3), aconteceu o mutirão de limpeza de praia, que deu início a Semana de Meio Ambiente do Projeto Grael. 

O evento que coletou cerca de 81 kg de resíduos na Praia do Cais, em Jurujuba, contou com a presença de alunos, voluntários e da artista plástica Cris Teper. 

Durante a ação, os alunos montaram um golfinho com lixo reciclado, mostrando que é possível transformar o que seria descartado em uma obra de arte sustentável.