FAÇA UMA DOAÇÃO
Quem somos 2019-11-04T15:42:39+00:00

Projeto Grael

Velas içadas para um mundo melhor!

Fundado em 1998 pelos medalhistas olímpicos Lars, Torben Grael e Marcelo Ferreira, além do engenheiro florestal e irmão Axel Grael, o Projeto Grael é uma organização não–governamental (ONG), que tem como objetivo democratizar o acesso de jovens à prática do esporte da vela e, dessa forma, contribuir para a transformação social na vida dos seus beneficiados.

Desde a sua fundação, mais de 17 mil jovens e crianças da rede pública de ensino foram e estão sendo educadas por meio da vela e preparados para o mercado de trabalho. A cada semestre, aproximadamente 350 alunos, com idade entre 9 e 29 anos, são formados nos cursos e programas de Desenvolvimento Esportivo (Natação, Vela e Canoagem), Oficinas Náuticas (Capotaria, Carpintaria, Fibra de Vidro, Mecânica de Motor Diesel, Mecânica de Motor de Popa, Instalações Eletro–eletrônicas para Barcos). A instituição também disponibiliza Biblioteca, aulas de Educação Ambiental e Inclusão Digital para todos os alunos, e aulas de Marcenaria para crianças. Tudo gratuito.

Fundadores

Torben Grael

Atual coordenador técnico da Equipe Brasileira de Vela, é dono de cinco medalhas olímpicas. Ele foi ouro na Star em Atlanta-1996 e Atenas-2004 ao lado de Marcelo Ferreira. A prata veio na Soling ao lado de Daniel Adler e Ronaldo Senfft, em Los Angeles-1984. E bronze na Star com Nelson Falcão, em Seul-1988, e com Marcelo Ferreira, em Sydney-2000. Torben também é dono de seis títulos mundiais, uma Volvo Ocean Race (2008-2009) e uma Louis Vuitton Cup (2000), competição que antecede a disputa da America’s Cup.

Axel Grael

Ex-Vice-prefeito e atual Secretário Executivo Niterói, é engenheiro florestal e ambientalista, possui mais de 20 anos de experiência em cargos de primeiro escalão de órgãos da administração pública estadual e municipal do Rio de Janeiro, com experiência na gestão pública, formulação de políticas ambientais, gestão de projetos com financiamento externo e gestão de situações de emergência ambiental. Foi subsecretário de Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro, presidente da FEEMA (duas vezes), presidente do Instituto Estadual de Florestas, Coordenador de Planejamento e Educação Ambiental da SMAC, Diretor Executivo da Fundação Parques e Jardins (Prefeitura do Rio de Janeiro). É servidor público concursado da SMAC – Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. Já em consultoria ambiental, Grael desenvolveu projetos ambientais em todos os biomas do país,. inclusive na Amazônia onde, dentre outras coisas, desenvolveu estudos na Área Indígena Nhamundá-Mapuera-PA.  

Marcelo Ferreira

Marcelo Ferreira já conquistou três medalhas olímpicas, sendo duas de ouro e uma de bronze. Além disso, o velejador carrega o título de bicampeão mundial nos anos de 1990 e 1997, além de ter conquistado sete campeonatos brasileiros nos anos de 1989, 1996, 1998, 2000, 2001, 2002 e 2003. Junto com a tripulação do Brasil, ficou em terceiro lugar na regata volta ao mundo, a Volvo Ocean Race. Considerado bicampeão olímpico, boa parte dos seus títulos foram conquistados como proeiro de Torben Grael. Além disso, o velejador também acumula o ouro de Atlanta 1996 e Atenas 2004. Ganhou o bronze em Sydney no ano de 2000 e em 2010, o atleta levou o título de velejador do ano pela Federação de Vela do Rio de Janeiro (Feverj).

Lars Grael

Irmão de Torben, Lars Grael possui duas medalhas olímpicas. Ele foi bronze na classe Tornado em Seul-1988, ao lado de Clínio de Freitas, e em Atlanta-1996 com Kiko Pellicano. Em Mundiais, soma duas conquistas. O segundo título veio em 2015, na Star, ao lado de Samuel Gonçalves. Lars, que teve parte da perna direita amputada devido a grave acidente ocorrido em 1998, competiu e compete com velejadores sem deficiência física.