Programa Profissionalizante 2019-02-25T17:08:54+00:00

PROGRAMA PROFISSIONALIZANTE

Complementar a prática do esporte com a vela, instruir o aluno velejador para atuar de forma eficiente em inúmeros aspectos que compõem os variados tipos de barco são os principais objetivos das Oficinas de Barco oferecidas pelo Projeto Grael. As oficinas proporcionam um diferencial técnico aos nossos alunos por meio do conhecimento prático e teórico acerca das tecnologias vinculadas ao esporte da vela, bem como oficina de mecânica de motores náuticos (Diesel e Motor de Popa), oficina de capotaria náutica, oficina de fibra de vidro, oficina de Instalações eletro – eletrônicas para barcos e oficina de carpintaria náutica. Com as Oficinas Náuticas o Projeto Grael contempla a interdisciplinaridade e a complexidade existente entre o barco e a prática esportiva com a Vela.

O aprendizado adquirido pelos alunos formados nos cursos oferecidos pelo Projeto Grael proporcionou um mar de oportunidades, entre elas, a participação em regatas nacionais e internacionais, além da atuação no mercado náutico, que ocorre em grande parte nos clubes de marinas de Niterói e do Rio de Janeiro.

A estrutura dos barcos, em sua maioria, é composta de fibra de vidro e a mesma pode sofrer algumas danificações (arranhões, amassos e até avarias mais graves) durante o uso diário. A aula prática desta oficina atua na recuperação desses danos. Dessa forma, o diferencial dos nossos alunos é aplicar todo conhecimento teórico recebido em sala de aula na manutenção (supervisionada pelo professor) dos barcos utilizados por eles durante as aulas. Entre os principais conhecimentos técnicos aprofundados durante as aulas práticas estão: modelagem, laminação e reparos. Além disso, os alunos aprendem a lidar com ferramentas elétricas e manuais, com os diversos tipos de resinas, fibras de vidro e outros materiais empregados no processo. Aprendem também as diversas etapas do processo de construção e reparos de embarcações concebidas com este material.

Muitas embarcações necessitam de equipamentos eletroeletrônicos para que seja possível fornecer à tripulação a segurança, o conforto e a navegabilidade. Embarcações à vela precisam adequar-se às legislações e normas de entidades nacionais e internacionais (NORMAM, DPC, IMO, LESTA, RIPEAM e etc.) de modo que as vidas humanas e o meio ambiente sejam preservados. É neste contexto que o aprendizado desenvolvido na oficina de instalações elétricas e eletrônicas em barcos se faz necessário para que os alunos compreendam a necessidade de um bom serviço elétrico nas embarcações em que navegam e saibam efetuar, de maneira segura, as devidas operações e manutenções dos equipamentos presentes nessas embarcações.

Na Oficina, os alunos aprendem sobre os sistemas elétricos e eletrônicos utilizados em veleiros, assim como, os circuitos básicos e seus principais componentes, normalmente utilizados nesses sistemas. Conhecem também os equipamentos responsáveis por comunicação externa, informação sobre as condições do local de navegação, derrotas, suprimentos e segurança da embarcação.

Desde o momento onde se armam as velas até o recolher, é importante atenção e conhecimento do velejador em relação ao estado dos cabos e velas, bem como seu correto armazenamento seguro para uma boa conservação.  As velas recebem altíssimas pressões do vento, estão expostas ao sol, sal e a uma série de variáveis que favorece desgaste.

A oficina em capotaria náutica tem como foco a costura náutica e desenvolve no aluno habilidade para costura de velas, capas de proteção para barcos, assim como, efetuar reparos variados e sempre necessários nas velas e flutuadores usados nas aulas de vela do Projeto Grael.

A oficina de carpintaria náutica tem como objetivo o desenvolvimento de habilidades manuais e a promoção do conhecimento dessa área náutica para que o velejador tenha habilidade e autonomia no que se refere à construção e reparo de madeira. Os alunos aprendem a lidar com ferramentas elétricas e manuais, com resina específica para utilização com madeira, finalizando o semestre com a construção coletiva de produtos como, por exemplo, uma carreta para bote ou barco, além de reparo em peças de madeira como leme e bolina.

Alguns barcos usados nas aulas de vela possuem motor diesel e os botes que acompanham as aulas e as regatas possuem motor de popa. Num esporte complexo como é o esporte da vela, é importante dar aos aprendizes de velejadores os conhecimentos básicos sobre operação e manutenção da mecânica destes motores empregados nas embarcações e dos seus componentes do sistema de propulsão. Como nas outras oficinas, a parte prática é realizada na prevenção de acidentes e manutenção dos motores das embarcações do Projeto Grael.