História da Casa 2019-02-28T10:44:30+00:00

História da Casa

Samanguaiá em Jurujuba – 1970

A sede do Projeto Grael é o imóvel onde funcionou por muitos anos o restaurante chamado “Samanguaiá”, situado na orla da Baía de Guanabara, no bairro de Jurujuba, em Niterói. Considerado um aprazível ponto de encontro dos praticantes de esportes náuticos e turistas, que lá atracavam com seus barcos ou chegavam a bordo do “Bateau Mouche”, para o almoço ou para um drink. Um dos pontos mais chiques e afamados da Baía de Guanabara, no Samanguaiá também funcionou um hotel.
No local, atualmente, funciona o Projeto Grael, onde são mantidos programas esportivos, educacionais, ambientais e profissionalizantes, voltados para estudantes da rede pública de ensino. Os antigos quartos do hotel foram transformados em oficinas profissionalizantes, sala de informática, auditório, escritórios e na Biblioteca Ingrid Schmidt Grael. O antigo salão do restaurante e sua famosa varanda, com vista para toda a Enseada de Jurujuba, praia de Icaraí e para a praia de São Francisco, em Charitas, ainda fascinam os visitantes, os alunos e os participantes de eventos educacionais que acontecem na instituição.
A magia da atmosfera do Samanguaiá foi eternizada em uma música chamada: “Domingo Azul”, de Billy Blanco, em que o grupo: “Os Cariocas”, gravaram em 1964. Na música, Billy Blanco diz que “No Iate Clube é que a vida começa” e depois nos faz sentir todo o encanto de navegar na Baía de Guanabara ainda com águas limpas e pelas praias da Zona Sul do Rio. A música cita o majestoso barco Atrevida (recentemente todo reformado e ainda o maior veleiro do país), a prática do esqui (“Zezé deslizando no esqui”) e nos presenteia com uma estrofe de registro do Samanguaiá: “Quanta coisa linda no Samanguaiá”.

Confira a letra da música Domingo Azul, de Billy Blanco, na interpretação do “Os Cariocas”, gravação de 1964.

Link para a música: https://www.youtube.com/watch?v=tuSRfFf8UTU

Domingo Azul

Billy Blanco

Domingo azul, domingo azul

Domingo azul, domingo azul

No Iate Clube é que começa a vida

Qualquer semblante alegria estampa

Velas ao vento saiu o “Atrevida”

Já vai na barra bem distante a “Sampa”

É o sol, é o céu, é o mar

Na manhã cheia de azul

É Zezé deslizando no esqui

Por aqui, por ali

A marola já vem

Cresceu, vai saltar

Muito bom, muito bem, saltou

Quanta coisa linda no Samanguaiá

Como é bom fazer domingo azul por lá

A lua chega manda o sol embora

O horizonte fica multicor

Domingo azul é bom mas já é hora

De se voltar para pensar no amor

No Iate jantar ou no bar, violão

Mais um vodca-martini

Temperando a canção

Madrugada se fez

Só me resta esperar

Domingo voltar

Ser feliz outra vez assim